Adeus Brenda Starr!

Em 1940 nascia uma jovem repórter no mundo dos quadrinhos. Ruiva, inteligente e aventureira Brenda Starr foi criada por Dalia Messick.  Devido ao forte preconceito com mulheres que faziam quadrinhos na época, como cita esse artigo de Maureen O’DONNELL publicado no Chicago Sun-Times, Dalia se viu obrigada a mudar de nome para Dale Messick, para que soasse  masculino e assim ter atenção dos editores. Dale era costureira e adorava desenhar e escrever histórias. Ela criou as tiras Weegee, Mimi the Mermaid, Peg and Pudy, the Struglettes e Streamline Babies, mas nenhuma foi selecionada para publicação.

Foto de Dalia Messick, criadora de Brenda Starr

Foi com Brenda Starr que Dalia alcançou sucesso. Com 70 anos de história, Brenda já apareceu em mais de 250 jornais no mundo. Sua imagem foi baseada na atriz Rita Hayworth e suas histórias eram rodeadas de  muita aventura, ação e romance. A heroína recusava pretendentes, tinha olhos apenas para Basil um químico e seu eterno noivo. Em 1986 ganhou uma adaptação para o cinema e foi interpretada por Brooke Shields.

Depois da morte de Dalia Messick em 2005, aos 98 anos de idade, outras mulheres assumiram a história da repórter. Foram elas: Ramona Fradon, Linda Sutter e, mais recentemente, Mary Schmich e June Brigman.

Essa semana, dia 02 de janeiro, a última tira de Brenda Starr foi publicada no jornal Chicago Tribune. Segundo Mary Schmich a personagem precisava de descanso, mas isso não impede que ela siga em frente.

Última tira publicada dia 2 de janeiro

Em junho de 2011, a Hermes Press lançará nos EUA o primeiro volume da coleção de todas as tiras em preto e branco e as páginas coloridas de domingo. Reporter® by Dale Messick: The Collected Daily and Sunday Newspaper Strips, terá 288 páginas e será vendida por 60 dólares.

Os persoangens do quadrinho Brenda Starr

Curiosidades:

Na música “Rip Her to Shreds” (1976) da cantora Blondie a letra faz referência à personagem: “Ela se parece com a banda desenhada de domingo, ela pensa que ela é Brenda Starr” (traduzido).

O pianista de jazz Dave Frishberg tem uma canção, “Brenda Starr”, sobre as muitas aventuras do personagem como  jornalista de investigação.

A cantora de Dance-pop/salsa, Brenda K. Starr (Brenda Kaplan) adotou seu nome artístico em referência à personagem.

_

Entrevista emocionante com Mary Schmich – roteirista de Brenda Starr (em inglês)

Veja aqui uma galeria de imagens do quadrinho.

2 comentários em “Adeus Brenda Starr!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *