Akino Kondoh e seus insetos

Akino Kondoh se formou em design gráfico e antes mesmo de concluir a graduação, em 2003, já tinha recebido alguns prêmios. Um deles foi, aos 19 anos, com o mangá Kayoko Kobayashi (AX Manga Newcomer’s Award / Encouragement Award (Seirin Kogeisha)) que a encorajou a seguir trabalhando com quadrinhos e animação. Não só na vida acadêmica que Akino teve o interesse em quadrinhos, desde pequena já lia os mangás populares. No entenato, foi com a revista alternativa Garo que a encantou muito mais – o que influenciou no seu futuro trabalho.

Em 2002 ganhou Grand Prix DIGISTA AWARDS 2002 / Animation Division com The Evening Traveling.

Com cabelos curtos e olhos pretos puxados, as personagens de seus mangás e de suas animações possuem a mesma fisionomia. A aparência abordada no trabalho de Akino Kondoh se assemelha com a própria artista.

Mangá Les Insectes en Moi

O interessante são os insetos que estão sempre presentes nas histórias. Isso é devido ao longo período de fascinação que Akino teve quando era pequena e continua explorando em seu trabalho. A cultura japonesa possui esse gosto de brincar, cuidar e coletar insetos – o evento de coleta se chama Mushitori. Como muitas crianças tiveram esse período de ter insetos de estimação, com a mangaká não foi diferente.

Mangá Eiko conta histórias lúdicas de jovens colegiais japonesas

O ambiente estranho, com a presença de insetos e com um pouco da cultura japonesa, o enredo proporcionado por Kondoh atrai leitores que buscam quadrinhos japoneses alternativos.

O último trabalho publicado foi em 2009 em francês, com o mangá Les Insectes en Moi – onde apresenta uma série de oito histórias ligadas pelo entrelaçamento de sonhos e realidade através do absurdo.
Um dos trabalhos de Akino foi publicado no conhecido livro AX vol.1 A Collection of Alternative Manga (teve sua versão em inglês publicado em 2010).

Ilustração da capa feita por Akino

Hoje, Akino mora em Nova York, pois pretende mergulhar na arte contemporânea e começar a exposição de arte para a comunidade fora do Japão.

O último trabalho de animação foi o ramake de Ladybirds’ Requiem:

Para conhecer mais os trabalhos da artista:
Site oficial (com mais insetos)
Canal no Youtube

4 comentários em “Akino Kondoh e seus insetos

    • Muito obrigada Cristina! :D
      Que bom que gostou. Eu acho lindo os desenhos dela, são muito delicados e as animações que a Akino faz são muito legais.

    • Hey Jana! Que ótimo que gostou do trabalho da Akino.
      É ótimo saber também que estás gostando das postagens do blog, porque sabemos que estamos fazendo um bom trabalho aqui.
      Se tiveres alguma sugestão pro Lady’s para post, só nos falar!
      Beijos e obrigada pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *