Criando Mary Jane

A Mary Jane dos quadrinhos é forte, inteligente, linda e sempre divide com Peter o peso da vida de super herói. O comportamento de MJ foge dos padrões que se espera de uma ‘mocinha’ tradicional. MJ, desde a sua criação é considerada uma personagem bastante independente e moderna.

Revista #15 - primeira vez que Mary Jane Watson é mencionada no quadrinho

Foi a Tia de MJ, Anna, que a apresentou à vizinha e amiga May Parker, cujo sobrinho, Peter, é o Homem-Aranha. MJ é o tipo de garota que poderia escolher o cara que bem quisesse como parceiro, e escolheu justamente Peter, um aparente “perdedor”, pois ele sim era o cara que a tratava como uma mulher de verdade.

Stan Lee disse que deu instruções específicas a John Romita para quando este fosse desenhar a MJ pela primeira vez. Lee disse para seu amigo desenhar “a garota mais bonita que já tivesse feito na vida. A primeira aparição de Mary Jane nos quadrinhos do Homem-Aranha aconteceu na edição de número 25 da série, porém, seu rosto foi mantido encoberto (ela estava sempre de costas ou algum objeto mantinham seus atributos físicos escondidos). Somente seis meses depois, na edição de número 42, finalmente, o rosto e as feições da personagem seriam revelados. A razão da demora para a moça ser apresentada a Peter foi apresentada por John Romita numa entrevista.

Revista #25, junho 1965 - a primeira aparição de MJ, mas com rosto coberto

Ele conta que, desde que o romance entre a secretária Betty Brant e Peter Parker se tornara inviável, os artistas que elaboravam as histórias do Aranha na época (Stan Lee e Steve Ditko) decidiram introduzir Mary Jane como o novo interesse romântico da série. Todavia, não houve consenso sobre a aparência da nova personagem: Lee a queria desenhada bonita enquanto Ditko, fiel à proposta de realismo das histórias, preferia que a moça fosse feia. A indefinição durou vários meses, e foi nesse período que MJ ficou com o rosto encoberto. Somente com a saída de Ditko e a sua substituição por John Romita é que Lee enfim conseguiu impor sua vontade e a moça apareceu no traço magnífico do novo desenhista como uma belíssima ruiva.

Revista #42, novembro 1966 - Primeira aparição de corpo inteiro

Mary Jane Watson é desenhada há quatro décadas. Seus traços, cabelos, sua feição e roupas naturalmente mudaram durante esse tempo. Mostraremos no próximo post o progresso do desenho da personagem feito pelos artistas da revista Homem – Aranha.

3 comentários em “Criando Mary Jane

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *