Elas no 28º Troféu HQMIX

Nesse dia 3 de setembro, o 28º Troféu HQMIX será entregue aos vencedores de 35 categorias premiadas para o ano de 2015. Autodenominado o “Oscar” dos quadrinhos no Brasil, o prêmio existe desde 1988, organizado pela Associação dos Cartunistas do Brasil e pelo Instituto do Memorial de Artes Gráficas do Brasil.

Depois do vexame da peça publicitária machista usada na premiação do ano passado e de uma tradição de listas de indicados compostas por uma esmagadora maioria masculina, o resultado deste ano deu indícios de novos ares. O número de mulheres entre os indicados e vencedores cresceu, inclusive em categorias de destaque: a Grande Homenagem será concedida à Alice Takeda, enquanto Eva Furnari receberá o título de Grande Mestre.

Novos ares que vão além da premiação, diga-se de passagem. É difícil mensurar o impacto dos esforços que tem se produzido nos últimos anos pelo crescimento e visibilidade da produção feminina nos quadrinhos, mas mais difícil ainda é ignorá-lo. As premiações, eventos e publicações de quadrinhos atualizadas estão refletindo esse impacto e todos temos a ganhar com isso.

Por falar em atualização, o processo de votação do HQMIX desse ano mudou. Antes, um júri de jornalistas e especialistas indicavam uma lista de finalistas a ser votada por profissionais da área. Desta vez, a lista preliminar também foi montada a partir de votação aberta. Continuam podendo votar quaisquer profissionais ligados à produção, edição e pesquisa de quadrinhos, bastando se inscreverem junto ao HQMIX.

O novo sistema de votação parece ser uma tentativa de democratizar a premiação, mas gerou controvérsias. Afonso Andrade observou que o papel do júri em fazer um mapeamento e crítica técnica da produção nacional ficou minimizado, enquanto publicações com maior possibilidades de autopromoção podem sair em vantagem.

Premiações não são vereditos absolutos, implicam em escolhas e estão sujeitas ao viés de instituições e contextos. O reconhecimento que representam não deixa de ser importante por causa disso, nem o impacto que têm no mercado de quadrinhos que tanto lutamos para firmar no Brasil. Por isso estamos sempre prontas a debater e contextualizar, mas também a celebrar: parabéns às vencedoras e vencedores!

 

A cada ano, a estatueta do troféu homenageia um personagem brasileiro. Neste ano, o artista plástico Olintho Tahara esculpiu a Super-Mãe, personagem de Ziraldo.

A cada ano, a estatueta do troféu homenageia um personagem brasileiro. Neste ano, o artista plástico Olintho Tahara esculpiu a Super-Mãe, personagem de Ziraldo. Foto: Reprodução.

Conheça abaixo um pouco sobre as mulheres e suas obras premiadas no 28º Troféu HQMIX, ou clique aqui para ver a lista completa dos vencedores.

  • Novo Talento Desenhista: Camila Torrano (Fábulas e Spam) – Zarabatana

Paulistana, Camila trabalha com ilustrações, concept art e quadrinhos. Publicou o quadrinho A Travessia pela Escrita Fina Edições e é membro da Organização Fictícia.

http://www.camilatorrano.com.br/

  • Colorista/Arte-Finalista: Cris Peter (Casanova – Avaritia VOL 3, Pétalas e Projeto Manhattan – Volume 1) – Panini, Marsupial/Jupati e Devir Publicação

A gaúcha Cris Peter trabalha com diversas editoras norte-americanas e nacionais, além de ter publicado de forma independente o livro O uso das cores. Foi indicada ao Eisner Awards em 2012 por suas cores em Casanova.

https://crispeterdigitalcolors.com/

  •  Publicação Juvenil: Graphic MSP Turma da Mônica – Lições – Panini

Lições é o segundo livro dos irmãos Vitor e Lu Cafaggi na Graphic MSP – o primeiro, Laços, concedeu aos dois o prêmio de “Melhor roteirista” no 26º Troféu HQ Mix. Naquela edição, Lu também foi premiada na categoria “Novo talento (desenhista)”. A quadrinista publica trabalhos autorais desde 2009 e está prestes a lançar o volume dois de Quando Tudo Começou.

https://www.facebook.com/lcafaggi

  • Publicação de Humor: Guia Culinário do Falido em Quadrinhos – Balão

O Guia reúne quadrinhos de cinco artistas, entre eles:

Marília Bruno: designer, ilustradora e diagramadora, publicou de forma independente o quadrinho Cara, eu sou legal!

https://www.behance.net/mariliabruno

Samanta Flôor: ilustradora e cartunista, lançou várias publicações independentes em quadrinhos e dois livros infantis. Participou de publicações coletivas como SPAM e Memórias do Maurício.

http://www.samantafloor.com.br

Fernanda Chiella: ilustradora gaúcha, publicou In her darkest hour pela editora americana Image Comics.

https://www.facebook.com/fereleufefa

  • Publicação Independente de Autor: Beco do Rosário Vol 1 – Independente / Exposição: Exposição Beco do Rosário – Galeria Hipotética – Porto Alegre/RS

A gaúcha Ana Luiza Koehler é ilustradora e quadrinista com experiência no mercado europeu, além de curadora do Festival Internacional de Quadrinhos desde 2014. O Beco do Rosário é um quadrinho feito em aquarela sobre uma jovem negra durante a modernização de Porto Alegre nos anos 1920.

https://becodorosario.wordpress.com/

  • Adaptação para outra Linguagem: Beladona, de Ana Recalde e Denis Mello – Projeto Cena HQ (Teatro) – Quadrinhofilia e Vigor Mortis

O Projeto Cena HQ, realizado desde 2012 em Curitiba, venceu este prêmio pela segunda vez consecutiva, desta vez pela adaptação do quadrinho Beladona. Ana Recalde é a roteirista do quadrinho original, premiado no 27º Troféu HQ Mix na categoria “Webcomic”. Escritora e roteirista de quadrinhos, ela é editora do Selo Pagu Comics.

http://anarecalde.blogspot.com.br/

  • Grande Mestre dos Quadrinhos: Eva Furnari

Escritora e ilustradora ítalo-brasileira, Eva Furnari tem 60 livros publicados. Muito premiada em sua carreira, com destaque para sete Prêmios Jabuti, pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), e oito premiações pela FNLIJ. Também recebeu o Prêmio APCA pelo conjunto da obra.

http://www.evafurnari.com.br/pt/

  • Grande Homenagem: Alice Takeda – diretora de arte dos Estúdios Mauricio de Sousa

Desenhista, Alice trabalha há mais de 40 anos no Estúdio Mauricio de Sousa. Atualmente é diretora de arte e supervisiona mais de 100 desenhistas e roteiristas no estúdio.

Entrega do 28º Troféu HQMIX

Data: 3 de setembro de 2016

Horário: 19 horas

Local: Teatro do Sesc Pompeia

Endereço: Rua Clélia 93 – São Paulo – SP

Evento gratuito: Retirada de ingressos no dia do evento, na bilheteria do Sesc Pompeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *