Junko Mizuno e o estilo Kawaii Noir

Com influências diversas – desde artistas da vanguarda japonesa até o grupo pop Spice Girls – Junko Mizuno é uma das mais aclamadas autoras no mundo dos mangás. Não só no universo dos quadrinhos que há reconhecimento de sua arte, mas seu trabalho se prolongou em camisetas, encarte de CDs, decoração de clubes noturnos.

Junko Mizuno

Seu estilo kawaii noir ( bonitinho grotesco ) é o seu diferencial no trabalho, são histórias que envolvem personagens com aspecto ingênuo envolvida em situações muito bizarras. Não só esse estilo que faz as ilustrações serem singulares – há a mescla visível do pop art japonês e psicodélica nos elementos escolhidos por Mizuno.

Cinderalla, o trabalho que deixou a autora conhecida internacionalmente, é fofo e grotesco. Trata de um conto de fadas com uma menina órfã que sofre com a exploração da madrasta – pode até parecer conhecida esse enredo, mas como há o dark no meio a história é bem bizarra.

Junko Mizuno enche os olhos de quem adora meiguice e grotesco. Para quem é fã do autor ero-guro (erótico – grotesco) Hideshi Hino, Mizuno é apaixonada pela arte dele e não deixa de ser influenciada.

Ficha técnica de Cinderalla

Publicação do original: 1995
Publicação no Brasil: 2006
Edição colorida com adesivos fofos e entrevista com Mizuno.
-

8 comentários em “Junko Mizuno e o estilo Kawaii Noir

  1. Uau! Adorei o gênero. Geralmente não sou muuuito fã de coisas “cute cute”, mas assim, misturado com o estranho… aí sim. Ganhou tempero. Fiquei com vontade de ler o Cinderalla. Ele está disponível no Brasil ou só importando?

  2. Ixe, relevem. Por algum motivo a informação no final do post passou batido pra mim e agora fui ver que sim, tem Cinderalla no Brasil hahaha. Acho que por causa da fonte diferente =p Desculpem a falta de atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *