Lina Buffolente

Alguns afirmam que Lina foi a primeira mulher a fazer quadrinhos na Itália. Nascida em Vicenza (Itália) no dia 27 de outubro de 1924, Lina começou a ter contato com os desenhos em 1941como assistente de Giuseppe Capadonia. Em 1942 começou a desenhar histórias que tornariam sucesso na Itália. De ilustrações infantis para as histórias do Oeste como Fisco Jim, Colorado Kid, Calamity Jane e Liberty Kid, a quadrinista começou a sua carreira. Aumentou sua produção com adaptações literárias para os quadrinhos como Os Miseráveis, Os três Mosqueteiros e Anna Karenina. Em 1942 Lina desenha o sucesso Il Piccolo Ranger escrito por Roberto Renzi.

Página de Piccolo Ranger

Ela deu continuidade também a um quadrinho intitulado Fiordistella, reginetta del cielo, (Fiordistella, a rainha do céu) que narrava as aventuras de uma princesa hindu no palácio de Shindapur. A revista era dedicada ao público feminino, no estilo romance, com vilões e príncipes encantados, “apropriado” para época (1960), fazendo o estilo das fotonovelas como Grand Hotel.


Lina também produziu quadrinhos para o mercado alemão com a história Reno Kid e francês como Mousqueton, Rouletabille, Nick Reporter, Zembla e Gun Gallon.

Ela permaneceu ativa no mercado italiano, ao desenhar para a revista Sciuscia série que tinha alguns de seus desenhos. Seus últimos trabalham foram Il Comandante Mark e River Queen.

A série Quaderni d’autore n°1 de Epierre (editor da IF, editora de quadrinhos da Itália) foi dedicada a Lina; o tema central era “Mulheres e Quadrinhos”.

Não foram poucas as contribuições de Lina para os “Fumetti” (quadrinhos em italiano). Você pode conferir os nomes com as editoras correspondestes neste link.

Ela faleceu 06 de março de 2007 aos 82 anos.

Texto sobre Lina após sua morte no site Sérgio Bonelli Editore

[nggallery id=21]

2 comentários em “Lina Buffolente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *