Naoko Takeuchi e Sailor Moon

Naoko Takeuchi é a autora de Sailor Moon, a história das guerreiras que lutam pela justiça e pelo amor que encantou nos anos 90.

Naoko no ensino médio fazia parte do clube de mangá, assim como nessa época, já desejava seguir a carreira de mangaka. Mas essa vontade de ser quadrinista foi interrompida por seu pai que a aconselhou a se formar em outra área. Takeuchi ouviu os conselhos e acabou se formando em química e teve o diploma como farmacêutica.

Mas, mesmo se formando em outra área ela nunca parou com o sonho de ser artista de mangá. Com os dois dos primeiros quadrinhos que Takeuchi desenvolveu ganhou prêmios de revelação – com o mangá Yume ja Nai No Ne, em 1985, assim como Love Call, que ganhou o prêmio New Artist Nakayoshi,em 1986.  Só mais tarde, em 1992, que Sailor Moon nasce.

Colegiais com roupas de estilo marinheiro, com longas pernas, com cabelos e poderes incríveis – Sailor Moon cativou um grande público principalmente para o qual foi feito, o feminino.

Naoko ao pensar em desenvolver uma história sobre meninas com poderes mágicos, teve muita influência de quando era colegial – devido ao estilo de roupa que usava, assim como o clube de astronomia que participava. Não só isso a ajudou a criar os nomes das guerreiras e o mundo visual de Sailor Moon, mas como sua própria família e amigos serviram de inspiração para dar nomes a alguns personagens como: Shingo (nome do irmão da autora).

Quando a mangaka iniciou o trabalho logo foi chamada para produzir ao mesmo tempo o anime. Com o universo intimista que Naoko criou para Sailor Moon a fez ter o apego pela história – em uma das entrevistas ela mesma comenta que a obra possui muitas coisas pessoais. O carinho que a autora tinha a fez compor as próprias músicas que tocariam na série animada.

Sailor Moon – We Believe You

Quem nunca teve contato com a história das guerreiras, nem em mangá ou anime ( passava na Manchete nos anos 90 e, mais tarde, no início de 2000 no Cartoon )  precisa conhecer – é um dos shoujos que mais fez sucesso no mundo. Não é só o fato de ser importante na história dos shoujos, mas há uma amostra como a indústria se utilizou da figura de colegiais com poderes para atrair mais o público feminino que já consumia quadrinhos voltados para meninas.Naoko conseguiu fazer com que as meninas sentissem afinidade com as personagens – usando inúmeros comportamentos em cada sailor, assim como o porte físico que fascinava, a ideia de ter poderes mágicos e reger um planeta era deslumbrante para quem acompanhava a história. Quem nunca sonhou em ser a Sailor Marte ou Saturno ou outra Sailor?

As principais Sailors

Após o final da série animada, que resultou 200 episódios, assim como os 18 volumes do mangá, Naoko continuou produzindo outros quadrinhos. Mas se nota que Sailor Moon marcou muito a carreira da autora, ainda há republicações do mangá, com novas artes e falas alteradas, há também o site – http://sailormoon.channel.or.jp/ – que Takeuchi postou as biografias dos personagens, fotos e tudo o que ela estava trabalhando na época da série.

Não poderia deixar de colocar o vídeo de abertura da Manchete. É saudoso.

Um caleidoscópio é meu coração
Luz da lua guie este amor…

11 comentários em “Naoko Takeuchi e Sailor Moon

  1. Aaaaaaah, Sailor Moon… tempos bons! Eu era fãnzaça desse desenho. Marcou mesmo minha infância/adolescência. Eu queria ser a Sailor Jupiter, pq queria ser forte e bater nos meninos, hahaha… Realmente, cada Sailor tinha um traço de personalidade marcante que fazia com que cada menina se identificasse com uma delas. Por mais que muito do encanto do desenho tenha mais a ver com a idade que a gente tinha qdo assistiu (se assistisse hoje talvez não acharia tão legal), ainda guardo mto carinho por ele, por ter me marcado tanto e me feito sonhar. Fiz um fanart da minha sailor preferida, a Jupiter:
    http://aeryael.deviantart.com/gallery/#/d1o041k

    Muito legal o post, meninas. Não sabia dessas informações sobre a Naoko =)
    Um beijo.

  2. Opa, daqui a pouco temos todas as Sailors! eu gostava da Vênus! :-D

    Lembro que nos longínquos anos de minha adolescência, quando internet era coisa de filme de ficção cientifica, eu passava horas admirando os desenhos que vinham na revista Animax, principalmente os desenhos da Naoko.

  3. Sailor Moon marcou época, não somente no Japão como no mundo todo. Naoko inovou o estilo shoujo, ela se preocupou em ir além de uma vida estudantil de uma garota apaixonada, ela inventou uma lenda.
    Eu levo o mangá de Bishoujo Senshi Sailor Moon como inspiração para minhas estórias, ele é como uma bíblia para mim.

  4. Own, Sailor Moon marcou muito minha infância. E é possível ver em cada traço o amor que a Naoko dispensou a sua obra. Se formos comparar, o mangá tem poucos volumes e mesmo assim conseguiu alcançar um status bem grande em meio ao público. Isso porque cada uma de nós consegue se ver, nem que seja um pouquinho, em uma das Sailors.

    Empatia, esse o segredo da Naoko *–*

    Adorei a matéria *-*

  5. Otima matéria meninas. Parabens. Realmente Sailor Moon, marcou época nao só aqui mas como por todos os lugares por onde passou. A magia que o desenho nos passava era incrivel. Eu era apaixonado pela Sailor Jupiter, e naquela epoca sem internet, ficavamos a mercê das revistinhas, e quando viamos as Sailor Diferentes (como Urano, Netuno, etc) sendo apresentadas ficavamos loucos. Pena que com toda a historia da redublagem e tudo mais, os caminhos delas por aqui foram por mares turbulentos, mas ao menos conseguimos ver a serie quase quem em sua totalidade.
    Torço para elas terem um retorno digno e triunfal por aqui. E apoiem a Campanha do SOS Sailor Moon (www.sossailormoon.com.br).
    Afinal, juntos somos mais fortes!!!
    Abraços!!!!

    • Muito obrigada por comentar.
      Falar sobre Sailor Moon não se resume a este post, Naoko fez, como já comentaram, uma lenda.
      Há inúmeras informações sobre a série, assim espero falar mais sobre elas aqui no Lady’s, há muito o que se dizer…
      Espero que a Campanha dê muito certo! \o/

  6. Caramba! HAHA, falou a verdade quando disse que todos viam a afinidade que tinha com uma Sailor específica; eu, particularmente, me identifico com a Usagi/Serena: super atrapalhada, fofa e romântica!! Adorei o post, é claro! =^.^=
    OBS: O DARIEN É MEU (just kiddin’)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *