O Muro

L.10EBBN002142.N001_leMURETt1_Ip001p192_FR

Se na maioria dos casos o muro “divide”, na história de Celíne Fraipont (roteiro) e Pierre Baily (arte) ele “soma”.

 o-muro-celine-fraipont-pierre-bailly-editora-nemo

A história em quadrinhos, lançada recentemente pela Editora Nemo, narra a história de Rosie, uma adolescente de 13 anos que vive no interior da Bélgica em 1988.

 lemuretp32-3

Após saber que sua mãe fugiu com um amante, Rosie procura sua amiga de infância, Nath, para contar o que aconteceu. Numa fase em que as amizades são as referências pra lidar com os problemas, Rosie se vê sozinha, após ser trocada por um novo namorado da amiga e ter um pai que vive para o trabalho.

 lemuretp40-2

Sem ninguém que lhe dê atenção Rosie passa seus momentos de solidão em um muro da cidade. Em um desses momentos ela encontra Jô, um jovem rebelde que passa pelo local à procura de seu cachorro. Com Jô, Rosie conhece o punk rock e as aventuras de viver cada minuto da adolescência com se fosse o último.

 lemuretp113-3

O Muro fala das nossas angústias e dos nossos medos na adolescência de uma maneira leve e poética.

 905_29812c1f3204ee5b2ed265ebdf4956a8

Fazendo o bom uso do contraste, o preto e o branco deixam nítidaa diferença entre o dia e a noite. Para os adultos, o quadrinho traz ainda um ar nostálgico por meio de referências como a música (The Cure é uma das bandas citadas).O Muro é um quadrinho para ler, para nos lembrar da nossa adolescência e perceber como nessa fase pensamos ser os donos do mundo tendo ao mesmo tempo medo de desbravá-lo sozinhos. Época que ficamos mesmo em cima do muro, sem saber se nos jogamos nas nossas vontades ou se respeitamos os nossos medos.

 20150324110531

Sobre a roteirista

Fraipont nasceu em Bruxelas em 1974, antes de “O Muro” ela assinou roteiros da série para crianças Petit Poilu (13 edições). Ela já tinha escrito o quadrinho há um tempo e colocou nas mãos de Pierre o projeto, que emorou algum tempo para passar para o papel.

* O Muro (formato 24 x 17 cm, 192 páginas), de Céline Fraipont e Pierre Bailly. Lançado pela Editora Nemo.

2 comentários em “O Muro

  1. Pingback: Resenha : O Muro – Fraipont & Bailly | Os sinais das ruas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *