Eleanor Davis

  Foi paixão a primeira vista. Eleanor Davis é quadrinista e ilustradora. Seu último lançamento foi a Graphic Novel “How To Be Happy” pela Fantagraphics Books. Antes ela publicou dois quadrinhos voltados para crianças, o The Secret Science Alliance and the Copycat Crook (2009) e Stinky (2008).   Apenas quero ser ela quando eu crescer.…

Leia mais →

7 em cada 10

Ser vítima de violência doméstica é algo que não passa pela cabeça de uma pessoa. Parece um assunto distante quando não nos toca ou até conhecermos alguém que nos diga que já passou por isso. A sociedade  tende a silenciar muitas mulheres, com discursos repassados por gerações e por círculos sociais presentes no nosso dia…

Leia mais →

Não me dê flores

Inspire-se neste Dia Internacional da Mulher Os quadrinhos têm sido um meio mobilizador nas questões relacionadas às mulheres. Aliada a mensagem, nos desenhos, muitas vezes as quadrinistas transmitem questionamentos, comportamentos, alertas e relfexões sobre nossa realidade. É por meio de tantos quadrinhos e quadrinistas que conseguimos atingir um público diversificado e até mesmo aos que…

Leia mais →

Morte, horror e realismo bizarro: Julia Gfrörer

Numa busca despretensiosa de quadrinistas que possuem traços e roteiros mais sombrios, encontrei Julia Gfrörer no meio do caminho. Consegui ler dois fanzines, To Dark to See (2011) e Mundane Grimore (2011), e um webcomic,  Black is the Color (2012), que são bonitos esteticamente e com roteiros e cenas dramáticas e bizarras.  Os quadrinhos To Dark to See é um fanzine com…

Leia mais →